Blog

Educação Ambiental: Primeiro documentário sobre a vida selvagem de Cabo Verde é exibido nas escolas da ilha do Fogo

A Associação Projecto Vitó desde 2017, enquadrado no Programa de conservação das Aves Marinhas de Cabo Verde, financiado pela Fundação MAVA, tem desenvolvido várias atividades de entre as quais: sensibilização, seguimento e monitorização, investigação, prospeção e identificação das ameaças nas áreas de reprodução, nas ilhas de Santo Antão, São Nicolau, Santiago, Fogo e Brava e na Reserva Natural Integral Ilhéus do Rombo. Uma atividade de extrema importância, foi a produção do primeiro documentário nacional de carácter científico e educativo, intitulado – Cabo Verde: Um porto seguro para as Aves Marinhas. O documentário promove as aves marinhas e outras espécies marinhas e terrestres, e os lugares onde estas habitam em Cabo Verde. Foi produzido pela Ocidental Filmes, num período de 2 anos, coordenado pelas ONGs ambientais Projecto Vitó e a Biosfera. É parte integrante de uma nova metodologia de abordagem do Programa de Educação Ambiental do Projecto Vitó, que visa facilitar a consciencialização para a conservação, bem como contribuir para a promoção de atitudes positivas no seio da sociedade em geral.

Com o intuito de alargar o seu raio de alcance, para além da apresentação a todos os parceiros, foi realizado 7 exibições em 7 Agrupamentos escolares da ilha do Fogo, envolvendo os 3 municípios da ilha. Os Agrupamentos contemplados foram: Liceu Dr. Teixeira de Sousa; Liceu dos Mosteiros; Liceu de Complexo Educativo Eduardo Gomes Miranda; Liceu Pedro Verona Pires; Escola de EBO de Curral Grande, Escola EBO de Patim e Escola EBO de Laranjo. A exibição teve como público alvo os alunos do 7º e 8º ano, bem como os alunos do 10º á 12º ano, totalizando assim 670 alunos alcançados.

Importa ainda frisar que, o objetivo da produção deste documentário, é também dar a conhecer os trabalhos de monitorização que têm sido desenvolvidos, ao longo dos anos nas ilhas: Fogo, Brava, Santiago, Boa Vista, ilhéus dos Pássaros, ilhéus de Cima – Rombo e ilhéus do Raso. Também, consciencializar, divulgar a importância da conservação das Aves Marinhas de Cabo Verde, melhorar o conhecimento da população em geral sobre as principais ameaças que estão sujeitas, tanto no mar, em terra e nas suas colónias de reprodução. É de realçar que, as aves marinhas têm passado por imensas pressões, principalmente as humanas, contribuindo e muito para a diminuição da sua população e do seu habitat.

Salve uma ave, proteja uma vida.

 

Veja você também o documentário aqui: https://www.youtube.com/watch?v=fVEiDph1QOE&t=1s

Leia mais notícias do Blog

TEMPORADA 2021 DE GONGON (PTERODROMA FEAE) OUTUBRO – NOVEMBRO

TEMPORADA 2021 DE GONGON (PTERODROMA FEAE) OUTUBRO – NOVEMBRO

O emblemático Gongon (Pterodroma feae) é uma espécie endémica de Cabo Verde, que reproduz nas ilhas de Santo Antão, São Nicolau, Santiago e Fogo, e que se encontra em risco de extinção, devido a diversos fatores como, a predação por espécies introduzidas (gatos e ratos), a captura humana, a poluição luminosa, pelo facto de reproduzirem nas imediações de zonas habitadas e devido a perda de habitat. Todavia, nos últimos anos, ações de preservação e conservação desta espécie têm sido desenvolvidos no âmbito do projeto “Promover a Conservação das Aves Marinhas de Cabo Verde”, financiado pela fundação MAVA e coordenado pela Birdlife Internacional e a Direção Nacional do Ambiente.

ler mais
CAMPANHA DE MONITORIZAÇÃO DE AVES MARINHAS NO ILHÉU DE CIMA OUTUBRO – NOVEMBRO 2021

CAMPANHA DE MONITORIZAÇÃO DE AVES MARINHAS NO ILHÉU DE CIMA OUTUBRO – NOVEMBRO 2021

A equipa da Associação Projecto Vitó tem feito trabalhos de seguimento e monitorização de ninhos, colocação e recuperação de dispositivos GPS e geolocalizadores e realização de rede, a fim de conhecer as ameaças e o sucesso reprodutor, a área de alimentação e comportamento no mar, movimentos migratórios, tendência e tamanho populacional e vários outros aspetos da biologia das diferentes espécies de aves marinhas.

ler mais