Blog

PROJECTO VITÓ ORGANIZA ENCONTRO DO COMITÉ DE PILOTAGEM DO PROJECTO DE AVES MARINHAS DE CABO VERDE

O Comité de Pilotagem é considerado como o momento para a avaliação da implementação dos Projectos, bem como para a definição e revisão de estratégias para garantir que as metas sejam completamente alcançadas.

O Projecto Conservação de Aves Marinhas de Cabo Verde é um projecto financiado pela fundação MAVA e coordenado pela Birdlife Internacional e que conta com vários parceiros de implementação a nível nacional e internacional. Este projeto está a ser implementado desde 2020, altura em que se iniciou a segunda fase depois da implementação com sucesso da primeira fase entre 2017- 2020.

Entre os dias 28 de junho a 04 de julho de 2021 o Comité de Pilotagem do Projecto Aves Marinhas de Cabo Verde estará reunida na ilha do Fogo. A reunião será organizada pela Associação Projecto Vitó, com o apoio da coordenação da Birdlife Internacional. No contexto da reunião do Comité de Pilotagem terão lugar um conjunto de atividades, sendo a de maior relevância a apresentação do Plano Nacional de Conservação de Aves Marinhas de Cabo Verde. O presente plano é uma atividade que, no âmbito do Projecto Conservação Aves Marinhas de Cabo Verde, está contratualmente sob a responsabilidade da Direção Nacional do Ambiente (DNA). Para a elaboração do mesmo, a DNA contratou uma empresa de consultoria para a sua elaboração- A Azul & Verde. Os maiores investigadores de aves marinhas em Cabo Verde tiveram uma implicação direta na elaboração desta importante ferramenta que engloba todas as 8 espécies de aves marinhas que atualmente nidificam em Cabo Verde.

No contexto do Comité de Pilotagem, também será realizado o primeiro encontro de todas as entidades implicadas na conservação, proteção e investigação das aves marinhas em Cabo Verde. Todos estes atores terão a oportunidade de apresentar os trabalhos desenvolvidos um pouco pelo país nas várias colónias de aves marinhas, bem como partilhar ideias e experiências.

Tomarão parte do evento, que terá lugar na cidade de São Filipe no auditório Padre Pio Gotten, as seguintes organizações: Birdlife International; As 3 Câmaras Municipais da ilha do Fogo; Direção Nacional do Ambiente (DNA); Associação Projecto Vitó, Lantuna; Projecto Biodiversidade; Fundação Maio Biodiversidade; Biosfera Cabo Verde; BiosCv; Universidade de Cabo Verde; INIDA; SPEA; Universidade de Coimbra; Azul e Verde; Delegação do Instituto Marítimo e Portuário; Delegação do Ministério de Agricultura e Ambiente; Parque Natural do Fogo; PNUD; Polícia Nacional; Delegação do Ministério de Educação- São Filipe e ASA (Aeroportos e Segurança Aérea).

Projecto Vitó estará responsável pela organização de toda a logística, bem como de todos os outros procedimentos organizativos inerentes ao evento. Tendo em conta o contexto difícil vivido atualmente devido às restrições de ordem sanitária, por causa do COVID-19, o evento será transmitido em live stream na nossa página oficial https://www.facebook.com/projectovitofogo. No final do evento será realizado uma visita a Reserva Integral dos Ilhéus do Rombo, um dos principais hotspot de aves marinhas de Cabo Verde.

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Gongon-Rede

Fogo: Projecto Vitó vai transmitir a partir de sábado em tempo real dia-a-dia de ave Gongon.

Primeiro ninho de “Coruja” identificado nos ilhéus Rombos

Projecto Vitó quer melhorar o conhecimento para conservação da espécie de flora ameaçada de extinção

Campanha de Aves marinhas nos Ilhéus dos Rombos 2021

Campanha de Aves marinhas nos Ilhéus dos Rombos 2021

Palestra de sensibilização sobre as plantas endémicas e as aves marinhas de Cabo Verde

No âmbito do nosso plano anual de Educação Ambiental para o ano de 2021, demos continuidade às ações de palestras de sensibilização sobre a conservação de plantas endémicas, e a importância da conservação das aves marinhas em Cabo Verde nas comunidades, pertencentes às zonas próximas de amortecimento do Parque Natural da Ilha do Fogo.

O Livro de Regras do Acordo de Paris

O Acordo de Paris é um tratado internacional que estabelece mecanismos para que os países limitem o aumento da temperatura global do planeta até 2 graus C quando comparado à temperatura média pré-industrial. Foi aprovado pelos 195 países da CQNUMC (Convenção-Quadro das Nações Unidas sobre a Mudança do Clima). Passou a valer em 4 de novembro de 2016, quando 92 países o ratificaram, incluindo Cabo Verde que ratificou o Acordo de Paris a 12 de maio de 2017 (Resolução n.º 35/IX/2017).

Reportagem Vito Fogo

Projecto Vitó coordena produção de documentário sobre conservação das aves marinhas

TEMPORADA 2021 DE GONGON (PTERODROMA FEAE) OUTUBRO – NOVEMBRO

O emblemático Gongon (Pterodroma feae) é uma espécie endémica de Cabo Verde, que reproduz nas ilhas de Santo Antão, São Nicolau, Santiago e Fogo, e que se encontra em risco de extinção, devido a diversos fatores como, a predação por espécies introduzidas (gatos e ratos), a captura humana, a poluição luminosa, pelo facto de reproduzirem nas imediações de zonas habitadas e devido a perda de habitat. Todavia, nos últimos anos, ações de preservação e conservação desta espécie têm sido desenvolvidos no âmbito do projeto “Promover a Conservação das Aves Marinhas de Cabo Verde”, financiado pela fundação MAVA e coordenado pela Birdlife Internacional e a Direção Nacional do Ambiente.

Projecto Vitó trabalha proposta técnico-científica para criação da área protegida da Brava

Projecto Vitó trabalha proposta técnico-científica para criação da área protegida da Brava

LEVANTAMENTO EXAUSTIVO DE ESPÉCIES DA FLORA ENDÉMICA AMEAÇADAS DE EXTINÇÃO NA ILHA DA BRAVA

Enquadrado no projeto MCCEFAE- “Melhorar o Conhecimento pela Conservação das Espécies da Flora Ameaçadas de Extinção nas Ilha do Fogo e Brava”, a equipa técnica Projecto vitó, encontra-se na ilha Brava num levantamento exaustivo da flora endémica.

Aplicação de questionários aos pescadores

Aplicação de questionários aos pescadores

EnglishFrenchGermanPortuguese