Blog

SOMOS RESERVA MUNDIAL DA BIOSFERA: O QUE SIGNIFICA?

Aos 28 de outubro do ano de 2021, as ilhas do Fogo e Maio foram decretas pela UNESCO como as Primeiras Reservas Mundiais da Biosfera em Cabo Verde. Mas o que é uma Reserva Mundial da Biosfera, o que significa, qual é a sua função? Estas e outras dúvidas vamos dissipá-las, continue a  ler até ao fim!

Reserva da Biosfera, o que são?
São áreas que promovem o desenvolvimento social e económico sustentável e que respeita o meio ambiente. São zonas experimentais para se conseguir um bom uso dos recursos naturais e culturais. Sítios onde o envolvimento dos cidadãos, a pesquisa e a educação são incentivadas. Nestes locais trabalha-se para a conservação da biodiversidade e da diversidade cultural.

Estrutura e Funções de uma Reserva da Biosfera?
Uma Reserva tem 3 zonas:
– Zona Núcleo (6,919 hectares)
– Zona Tampão (15.031,3 hectares)
– Zona Transição (25.123,9 hectares terrestres; 25.067,8 hectares marinhas).

Fonte: Documento de candidatura da ilha do Fogo como Reserva Mundial da Biosfera

Tem 3 funções principais:
CONSERVAR e preservar os nossos ecossistemas naturais e os modos de vida, incluindo a geodiversidade e a biodiversidade em seu sentido mais amplo.

DESENVOLVER e promover o progresso e o crescimento das áreas que compõem a Reserva da Biosfera.

APOIAR e prestar apoio logístico e humano à investigação, divulgação e sensibilização dos nossos valores e singularidades, e sempre de forma cooperativa com todos os envolvidos.

Nota importante: As Reservas só podem cumprir suas funções se a população participar e se comprometer com elas.

A Reserva Mundial da Biosfera- ilha do Fogo
A singularidade das nossas paisagens vulcânicas juntamente com a diversidade da nossa flora e fauna e os séculos de convivência com a nossa sociedade, tornaram-nos merecedores deste reconhecimento internacional do Programa MAB da UNESCO (Homem e Biosfera). Vamos todos cuidar da nossa ilha, vamos cuidar da nossa Reserva Mundial da Biosfera!

Achou este artigo relevante? Partilha com as outras pessoas.

 

 

MP/PV

Leia mais notícias do Blog

TEMPORADA 2021 DE GONGON (PTERODROMA FEAE) OUTUBRO – NOVEMBRO

TEMPORADA 2021 DE GONGON (PTERODROMA FEAE) OUTUBRO – NOVEMBRO

O emblemático Gongon (Pterodroma feae) é uma espécie endémica de Cabo Verde, que reproduz nas ilhas de Santo Antão, São Nicolau, Santiago e Fogo, e que se encontra em risco de extinção, devido a diversos fatores como, a predação por espécies introduzidas (gatos e ratos), a captura humana, a poluição luminosa, pelo facto de reproduzirem nas imediações de zonas habitadas e devido a perda de habitat. Todavia, nos últimos anos, ações de preservação e conservação desta espécie têm sido desenvolvidos no âmbito do projeto “Promover a Conservação das Aves Marinhas de Cabo Verde”, financiado pela fundação MAVA e coordenado pela Birdlife Internacional e a Direção Nacional do Ambiente.

ler mais
CAMPANHA DE MONITORIZAÇÃO DE AVES MARINHAS NO ILHÉU DE CIMA OUTUBRO – NOVEMBRO 2021

CAMPANHA DE MONITORIZAÇÃO DE AVES MARINHAS NO ILHÉU DE CIMA OUTUBRO – NOVEMBRO 2021

A equipa da Associação Projecto Vitó tem feito trabalhos de seguimento e monitorização de ninhos, colocação e recuperação de dispositivos GPS e geolocalizadores e realização de rede, a fim de conhecer as ameaças e o sucesso reprodutor, a área de alimentação e comportamento no mar, movimentos migratórios, tendência e tamanho populacional e vários outros aspetos da biologia das diferentes espécies de aves marinhas.

ler mais
EnglishFrenchGermanPortuguese